Polêmica entorno do diretor criativo de Days Gone

Esses ultimos dias as coisas andam meio turbulentas para o lado da Sony e alguns estudios parceiros dela.
Depois de sair informações do porque algumas pessoas terem saido da produtora do game Days Gone, agora, em uma entrevista com David Jaffe em seu canal no Youtube, o diretor criativo de Days Gone, John Garvin, disse algo um tanto quanto polêmico.

Em certa parte da entrevista, ele disse que ” Se você ama um jogo, compre pela porr@ do valor cheio! e não ficar aguardando o game sair em promoção ou na PSN Plus”

Isso gerou muita repercusão pois não só no Brasil, mas em muitas partes do mundo, por mais que um game seja muito bom, é claro que o consumidor vai esperar por um preço mais justo e aceitável. Ainda mais em nosso país na qual um game meia – boca está saindo pelo valor de 299 reais.

Realmente um game precisa vender bem em seu lançamento pois é assim que as empresas conseguem medir o sucesso que o game faz/fez. Mas também é sabido que muitos games hoje em dia são vendidos incompletos e/ou recheados de bugs, como é o caso do game do excelentissímo John Garvin que chegou horroroso no PS4, cheio de bugs e praticamente injogavél no console.

Agora fica a pergunta: Vale a pena pagar o valor cheio em um game como Days Gone em seu lançamento na qual veio cheio de problemas e claramente ficamos com a sensação de que fizemos um mal negocio pagando um valor caro no game, ou esperar até o mesmo custar o valor de R$ 50,00 como é o caso atualmente de Days gone, coloca-lo em seu console, baixar uma tonelada de patch e perceber que o valor pago foi mais do que justo?!

Deixe uma resposta