Prévia | Monster Hunter Rise (Switch)

Desde o lançamento de Monster Hunter World, os jogadores de Switch vem esperando um jogo de verdade da franquia para o aparelho, algo que não fosse “requentado”  como Monster Hunter Generation Ultimate.

.FICHA TÉCNICA

✔Produtora: Capcom

✔Distribuidora: Capcom

✔Gênero: RPG | Ação

✔Console: Switch

✔Players: 1 à 4 jogadores

✔Data de lançamento: 26 de março de 2021

Pois bem, enfim a Capcom revelou ano passado a existência de Monster Hunter Rise, um game feito pensando no hardware do Switch , e pelo vídeo mostrado na época, muitos achavam que o game seria exclusivo de algum tipo de “Switch Pro” (algo que muitos ainda insistem falando que a Nintendo vai lançar uma versão mais poderosa do console híbrido), isso por causa dos seus gráficos lindíssimos e jamais esperados no Switch.

A Capcom jurava de pé junto que o game estava rodando no Switch sem qualquer tipo de ADD-Ons ou algum “Switch Pro”. Mesmo assim os fãs e a mídia estavam duvidando disso, até a chegada dessa demo e nela, todas as dúvidas e medos foram sanadas ao passo de que a incredulidade de como a Capcom conseguiu fazer algo tão lindo.

Agora chega de conversa mole e vamos para o que interessa: A Demo de Monster Hunter Rise. Eu já adianto que essa demo é muito mais bonita e divertida do que muitos jogos que já apareceram no console! E acredito que a versão final seja o game mais bonito até então para o Switch.

A demo tem por volta de 1,4 GB de tamanho e não ocupa muito espaço no SD card ou na memória interna do console, mas acredito que a versão final possa ter entre 10GB à 15GB. Vale lembrar que Monster Hunter World saiu com 15GB e depois da expansão Iceborne, subiu para mais de 60GB. Com toda a certeza, MH:R terá daqui um ano uma expansão enorme e fará o jogo passar da casa dos 20GB.

A demo nos dá um balde de água fria ao informar que podemos jogar a mesma somente 30 caçadas. Após isso, a demo fica indisponível para se jogar. Eu sinceramente não entendo o motivo disso, sendo que existiam alguns jogos de Nintendo 3DS que também tinham um limite de quantas vezes se poderiam jogar e eu acho isso meio idiota, mas todavia, 30 caçadas é bastante para que possamos aproveitar tudo o que a demo tem a oferecer. Logo após isso, podemos escolher qual das duas missões iremos fazer: Caçar um Great Izuchi (uma espécie de Raposa com Canguro), esse bicho tem a mesma estrutura de esqueleto de um Great Jaggi, Great Baggi e um Great Wroggi. Essa missão é classificada como fácil. Podemos também escolher caçar uma Mizutsune (parece muito com um dragão do folclore chinês) e utiliza a mesma estrutura de esqueleto de um Lagiacros e Agnaktor, e é classificada como missão de nível intermediário. Depois podemos escolher uma das armas: Great Sword, Long Sword, Sword & Shild, Dual Blades, Hammer, Lance, Gun Lance, Switch Axe, Charge Blade, Bow,  Insect Glave, Light Bow Gun e Heavy Bow Gun.

Nessa demo não podemos criar um personagem, escolher o nome e outras coisas, aqui cada arma que escolhemos já vem com um personagem pré-criado com um Set de armadura e não podemos mudar isso. Além dessas missões , temos a opção de treino básico (para aprender como usar o baú de itens, o que cada item pode nos proporcionar etc) e o Wyvern trainning (aonde podemos aprender como usar o nosso “Cabinseto” nas caçadas. Irei falar mais sobre isso mais à frente),  e eu aconselho fortemente à ir primeiro nesses treinos para se acostumarem com a jogabilidade e as novas possibilidades.

Posso dizer sem sombra de dúvidas que MHR será o game mais bonito do Switch e com folga. Ver os modelos dos personagens, NPCs, monstros, água, fauna e flora são de cair o queixo. Não fica devendo nada para MHW de PS4 e Xb1 e eu me pergunto como a Capcom conseguiu fazer esse milagre. Agora para nos acompanhar nas caçadas, temos o Pálico (o gatinho que irá nos ajudar com magias de Buff’s, cura, status etc), também conhecido como “Amigato” e o Palamute (um cachorro lindo que irá atacar os monstros que iremos caçar) e é chamado de “Amicão”. Legal né?

O mapa de Monster Hunter Rise é claramente e obviamente menor do que o mapa de MHW, mas nem por isso ele é vazio. O mapa da demo é repleto de vida, vegetação, cachoeira e cavernas. Podemos montar no Amicão para seguirmos um monstro ou chegar em algum lugar de forma mais rápida, ou também subir em certos lugares na qual o Hunter não conseguiria sozinho.

O Cabinseto é a nova ferramenta de MHR.  Aqui podemos usar o bicho por duas vezes seguidas antes de ele entrar numa espécie de “Cooldown” e voltar à ativa depois de um pequeno período. Com ele podemos nos deslocar mais rápido até um monstro, esquivar mais rápido ou usá-lo em conjunto da arma que estamos usando. Para cada arma, o Cabinseto agirá de orma diferente. Um bom exemplo é usá-lo com o espadão em que jogamos o cabinseto pro alto, somos impulsionados para cima, e de lá podemos cair encima do monstro com uma forte pancada na cara do bicho com a espada. Isso dá muito dano e ajuda com que o monstro fique mais propício a ser montado. Depois de um tempo, o monstro cai no chão e ai podemos montar nele, e é aqui que temos outra novidade. Antigamente, podíamos montar no monstro e ficar causando dano nele até ele cair e ai termos um tempinho para atacá-lo sem nos preocuparmos dele revidar. Em MHW podíamos usar a Glave para direcionar o monstro até um objeto e assim fazê-lo bater violentamente em um obstáculo e assim, cair no chão nos dando o tempo para bater. Agora nós podemos fazer tudo isso e mais, podemos controlar o monstro para bater em outros monstros! Isso é muito legal, mas com a ajuda do Cabinseto, podemos montar no monstro e podemos usá-lo para bater em outros monstros, esquivar de algum ataque ou jogá-lo na parede para que ele fique tonto e caia.

Entre as armas, não temos nenhuma nova, mas cada uma das 14 armas ganharam novos movimentos, tanto com o cabinseto, quanto set-move novos. Alguns já apareceram em MHW, outros em MHGU e outros são totalmente novos! Não vou listar cada um pois pretendo fazer isso na análise do game quando ele sair.

A parte sonora é linda e deixa  o ambiente muito mais vivo e imersivo para o jogador. Sons de água, pássaros e  outros monstros ficaram, como de praxe, muito bem feitos. Um fato novo é que, pelo visto, o nosso Hunter finalmente terá uma voz e poderá falar com outros NPCs. Antigamente o Hunter só tinha sons de grito de dor ou uns grunhidos de aprovação de desaprovação. Até parecia ser mudo pois todo mundo falava, menos o nosso Hunter. Já em Rise eu percebi que os Hunters gritam, falam o nome de alguns golpes e até parabenizam o desempenho do Amigato e Amicão e eu acho que pela primeira vez na série podemos ver (ou no caso, ouvir)  o nosso Hunter falar de verdade com outros NPCs.

Os monstros aqui estão com um nível de detalhes absurdo e muito comparáveis com os vistos em MHW. Mas não se engane achando que temos apenas o Izuchi ou a Mizutsune para caçar, quer dizer, só temos duas missões de caça, para esses dois, mas no mapa temos outros dois monstros que podemos caçar. Na missão de caça do Izuchi, o Arzuros (uma espécie de Urso grande de coloração azulada) aparece e podemos caçá-lo e depois ir atrás do Izuchi. Já na missão da Mizutsune, a chamada “Rainha da terra”, Rathian aparece e também podemos caçá-la . Além de explorar todo o mapa e conhecer novos itens que podemos recuperar nosso HP, aumentar um pouco nossa stamina, aumentar nosso ataque ou defesa por um tempo.

O menu “Radial” introduzido em MHW se faz presente aqui em MHR e ele é acessado da mesma forma: Segurando o botão L e selecionando o item com o analógico direito. Aqui temos uma novidade que é a de poder chamar o nosso Amicão para perto de nós. Mas foi retirada , pelo menos nessa demo, a opção “SOS” que existia em MHW. A Capcom havia dito que não teríamos essa opção em MHR e que ela introduziria uma nova ferramenta.

Seguindo para o modo online, podemos criar uma sala para até 4 jogadores entrarem em uma caçada ou podemos procurar alguma sala já aberta e partir para a caçada. E é aqui que mora a novidade. Temos a opção de buscar uma sala que esteja caçando um monstro especifico, e mesmo que o “Host” da sala já esteja na caçada, podemos entrar na missão. Mas isso só é válido se a missão não passou de 10 minutos após a sua iniciação, pois antes de 10 minutos, nós podemos ganhar o dinheiro da missão e os espólios do monstro e após isso os 10 minutos, não ganhamos nada pela caçada.

Agora saindo da demo e partindo para o que a Capcom deu de informação até o momento, sabemos que o game terá como tema a cultura japonesa (algo já abordado em Monster Hunter Portable 3rd de PSP e PS3 e ficou restrito somente ao Japão, oficialmente falando, mas existe traduções por aqui  do game em inglês e até português), e os monstros serão mais voltados para o folclore japonês dos “Yokais”, demônios propriamente dito. O jogo não terá divisão entre a vila e a sala de encontro para partidas multiplayer, ou seja, será tudo junto e poderemos ver outros jogadores transitando pela vila com a gente, além de poder ir ao ferreiro e criar novas armas e armaduras ali mesmo sem precisar de sair do ambiente online.

Sabemos também que a Capcom vai voltar às origens da série e que o modo história, que são as missões da vila não mais poderão ser feitas online, como era em MHW e agora somente poderão ser feitas sozinho, você, seu gato e seu cachorro e mais ninguém. Já as missões da guilda, que são as missões online não terão as quest’s de Gathring (missões de pescar certos peixes, coletar certos minérios e afins), e serão focadas apenas em missões de caça! Ufa, ainda bem!

Uma informação que a Capcom disse e até agora eu não entendi muito bem de como isso vai funcionar será  o cerco de monstros. Desde Monster Hunter ( G) e Portable (G) de PS2, Wii e PSP nós tínhamos os cercos aos monstros. Não era contra qualquer monstro, e sim monstros específicos em que usávamos Dragonators para impedir o avanço de algum monstro, vimos isso também na luta contra a Velkana ou a Safijiva ou mesmo com o Fatalis em MHW. Mas em MHR serão 5 monstros, todos juntos contra 4 hunters! Lógico que teremos balistas, canhões e outras armas para enfrentá-los, mas eu não faço a mínima idéia de como isso vai funcionar, só posso dizer que estou muito ansioso para jogar.

Nada referente a história do game foi revelado,  mas de inicio é mostrado que o novo monstro chamado Magnamalo será uma espécie de “boss” em que teremos de enfrentar, pelo menos na passagem do ranque baixo para  o ranque alto e com toda a certeza ele não será o boss final. A Capcom sempre coloca um monstro novo de capa como “boss” e lá pra frente descobrimos que o verdadeiro chefe é outro muito mais forte. Dos monstros antigos já confirmados temos Kulu Ya Ku, vindo de MHw , Great Jaggras, Anjanath, além do tobi Kadashi. Os dois “arroz de festa” que já apareceram em todos os Monster Hunters até hoje, Rathalos e Rathian também marcam presença aqui. Royal Ludroth que veio de MH 3rd e Tri (3 Ultimate), Arzuros e Lagombi, Tigrex, Mizutsune, Great Jaggi e talvez  Zinogre (digo isso pois existe uma armadura do Zinogre que o nosso instrutor usa e dá indícios que ele estará no game). Também foi apresentado um novo monstro chamado Goss Harang, um monstro que solta uma baforada bem  fria em suas mãos e as transforma em umas estacas afiadas de gelo que podem ser jogadas contra o hunter.

Bem, até o momento isso é tudo o que podemos falar sobre Monster Hunter Rise, a demo é linda, fluente, sem quedas de frames, com um áudio lindo e uma jogabilidade bem suave. Para quem não conhece, ou nunca jogou nenhum game da franquia, seria legal jogar a demo e ir se familiarizando com a jogabilidade até o game sair. Agora para quem é velho na franquia como eu, vai se deliciar com as novas possibilidades de caças com o cabinseto e o Amicão. Digo e repito, essa demo é mais bonita e bem feita do que muitos games de Switch atualmente e tenho certeza que ao ser lançado, se tornará o melhor game de Switch até agora.

Atualmente o game está saindo pelo valor de R$ 249,00 na EsHOP em sua pré-venda da versão “normal”, já a versão “deluxe”, que vem com umas perfumarias, armadura e coisas do tipo, está saindo por R$299,00. Mas independente da versão que pegar, saiba que valerá muito a pena pois a alta qualidade que a Capcom está colocando nesse game é algo fora do comum e quem ganha somos nós, gamers que poderemos ter em nossas mão um game de alto nível.

E fique ligado, o game está previsto para sair no dia 26 de março desse ano de 2021.

Canal: Monster Hunter

Deixe uma resposta